MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision MSS Caso de Estudo - Cabinet Vision

Mais produção em menos tempo com o Cabinet Vision

"Conseguimos produzir mais com menos operários.”

A MSS, Lda (Antiga Manuel dos Santos Soares), surgiu em 1972 no ramo do mobiliário cujo produto principal eram salas de estar/jantar. Aos 16 anos, Manuel Soares e a irmã viram-se obrigados a assumir o negócio da família, uma vez que o pai de ambos tinha falecido.

Anos mais tarde e apenas com seis funcionários, Manuel sentiu necessidade de fazer crescer a empresa apostando em equipamentos CNC (o primeiro adquirido em 2004) e em software. Atualmente com 23 funcionários e com o equipamento que possuem, sentem-se agora “muito mais preparados”, “à confiança” diz Manuel, para assumir projetos de grande volume.

Manuel conta que, ao longo de todos estes anos, a principal grande mudança foi com a aquisição dos equipamentos CNC e “principalmente este programa (…) é muito vantajoso mesmo. No início (…) custou, mas agora vê-se que (…) traz muito rendimento para a empresa. (…) Conseguimos produzir mais com menos operários.”



“A produção aumentou muito (…), produz-se muito mais e muito mais rápido. A nível da organização também é uma grande diferença”

Tiago Neto, Designer Técnico

Tiago Neto, técnico responsável pela produção à cerca de um ano e meio, fala sobre a sua experiência com o Cabinet Vision: “Eu não diria que seja difícil, eu acho que é demorado porque (…) muda a produção toda de uma empresa”. Tiago considera que o tempo de adaptação é sem dúvida o mais complicado, uma vez que, “agora temos as folhas de montagem, os funcionários têm de aprender a ler isso, da minha parte tem de haver muito tempo de exploração do programa.” Antes da entrada do Cabinet Vision era tudo feito manualmente, inclusive os programas para a CNC. Depois do software enraizado, Tiago afirma que “a produção aumentou muito (…), produz-se muito mais e muito mais rápido. A nível da organização também é uma grande diferença, porque agora é muito mais fácil organizar o material, (…) os clientes, tudo com o programa, porque temos as folhas de montagem. (…) A cortar placas é tudo automático, na CNC também faz os programas automáticos, (…) é uma grande diferença.”

Na MSS adotaram o sistema de etiquetas com código de barras, código este que é gerado pelo Cabinet Vision. Na seccionadora sai uma etiqueta que é colada na peça, posteriormente na CNC com o leitor de código de barras, fará a leitura do código da peça e irá selecionar o programa automático que será executado na CNC. Tiago diz que na orladora “também é uma grande ajuda”, uma vez que identifica onde leva a orla e os metros necessários para a operação.

Na montagem, Tiago conta que as pessoas sentiram diferença neste processo porque, “agora tudo tem uma folha de montagem, (…) todas as peças têm etiquetas. (…) Na própria folha da montagem, diz como é que se monta o móvel, tem o número da peça, (…) é muito prático.”

Para quem trabalha em série e tem os seus modelos standard, caso o cliente queira modificar alguma medida, “no Cabinet Vision como você já tem o desenho criado, é só chegar ali meter a largura e ele cresce tudo automático, tanto corrediças, gavetas, ele faz logo a conta toda automática. Portanto é muito prático (…) fazer alteração nos modelos com o Cabinet Vision.”

Quando questionado sobre aspetos no Cabinet Vision que façam realmente a diferença, Tiago respondeu: “Aproveitamento da placa, muito bom (…) e depois ainda tem a parte da gestão das sobras. (…) Poderá ir busca-las futuramente, o programa depois reconhece-as, isso é uma vantagem muito boa. (…) Fazer os programas automáticos para a CNC grande vantagem, (…) a nível do desenho também é prático.”

Tiago afirma que para trabalhar com o Cabinet Vision é importante “ter uma boa base de móveis, de como é que se montam (…), como é que funcionam, isso é importante. Porque para trabalhar com o programa aprende-se, com o tempo, (…) não é nada de complicado. Agora para saber desenhar (…) é preciso ter uma boa base de produção”. Uma pessoa que venha da área do desenho, sem saber fazer móveis, Tiago tem a opinião de que este “sabe trabalhar com o programa, mas não sabe o que fazer com ele. (…) Sabe fazer o módulo, mas por exemplo, dar os descontos, (…) saber qual o tipo de corrediça, para isso é preciso uma base nos móveis”.

Relativamente ao futuro, Tiago confessa que “como agora é tudo desenhado aqui na empresa (…), portanto só uma pessoa a desenhar torna-se complicado (…) para dar trabalho a (…) 15 na produção, (…) o tempo é sempre muito apertado.” Já com o Cabinet Vision instalado em dois computadores o objetivo é contratar mais uma pessoa para ajudar o Tiago na parte do desenho. Tiago afirma que sozinho não consegue corresponder a tudo, porque “qualquer móvel que eu desenhe (…), o Cabinet Vision dá-me o relatório de todas as peças e materiais que eu preciso, eu faço logo a encomenda (…) e isso também demora o seu tempo. Fazer a encomenda, fazer o levamento do material, também é uma grande vantagem do Cabinet Vision”.


Sobre a Empresa

Nome: MSS - Indústria de Mobiliário, Lda.

Àrea de Negócio: Fabrico de mobiliário


Benefícios alcançados

  • Produção mais rápida
  • Maior organização e gestão produtiva
  • Automatização de todos os processos
  • Mais rendimento

 

 

Anterior